quinta-feira, 17 de julho de 2008

Uma opinião "de esquerda" sobre a Quinta da Fonte?

... de alguém que mora junto ao Prior Velho. Porque tenho lido por aí queixas de que não há opinião de esquerda sobre o caso:


Que jeito é que teve os robocops irem lá meter-se? Aparecem uma vez por ano com o espalhafato todo para se armarem em heróis e manterem "a ordem"? Afinal de contas as pessoas andavam com medo porque andava gente armada nas ruas. Com a chegada da bófia anda mais gente armada. Pelo que sei em número e armamento as forças estavam equilibradas e não tinham havido feridos nem mortos. E que se saiba as pilhagens e conflitos continuaram os ciganos estão a ir-se embora na mesma.

Então o que foi lá fazer a bófia? Exibir-se? Se é para serem gastos nisto, tenho que arranjar maneira de fugir aos impostos.

7 comentários:

Wyrm disse...

Não percebi o post.
O que querias tu que tivesse sido feito na sequência de uma batalha campal?

Tárique disse...

Nada.

Wyrm disse...

Se eu entrar pela tua casa dentro com uns amigos meus, partir-te a cara e o teu mobiliário, mas sem te deixar nenhuma mazela de maior, sugeres a mesma coisa?

Mebocaina disse...

Wyrm, a bófia faz exactamente o mesmo.
Por isso seria mais útil arranjar formas de prevenção, do que ir lá depois dar umas marretadas também.

Wyrm disse...

De acordo.
Mas não estamos aqui a falar da demolição de casas de famílias palestinianas, não confundam as coisas.
Sair tanta gente armada para as ruas e não haver uma busca destas naquele bairro parece-me um papel passado para o rega-bofe continuar.
Mas isso sou eu que sou "faxista".

Anónimo disse...

A busca vai evitar que o regabofe continue? Ou vai piorar até, causando ainda mais revolta?
As rusgas são teatro para inglês ver. São a solução fácil para agradar o zé povinho que está a ver na tv, quando não há planos cuidados para evitar que as situações aconteçam. Quando se deixam que as coisas cheguem até este estado. Porque não se ouvem as queixas da população na devida altura. Ignora-se até chegar a um ponto destes.
Por isso é que a educação das crianças baseada no "fazes asneiras, levas porrada" sossegam o puto por um bocado, mas depois volta ao mesmo, até ainda pior.

Wyrm disse...

Ok, tens razão, a solução é um mea culpa nacional e a atribuição de uma vivenda de três pisos a cada familia envolvida. :)