sexta-feira, 4 de julho de 2008

Menos Estado - pela abolição do código da estrada

Desde há tempos que me apercebo de que a existência de um código da estrada serve para gastar dinheiro e proteger a tirania automóvel.



Mas o código da estrada que obriga os automóveis a andar a menos que 50 nas cidades! Regula o trânsito, torna-o mais seguro!

Errado. É o código da estrada que dá licença e impunidade a um condutor para matar peões que se encontrem na estrada desde que se desloque a menos de 50. Se não houvesse código da estrada quem bradisse um instrumento com a energia cinética de uma rajada de metrelhadora junto a um transeunte seria censurado.

A existência do código da estrada confere uma aceitabilidade social e conformação a comportamentos que sem lei seriam considerados inadmissíveis.

É este sistema responsável por milhares de mortes só em Portugal. Quantas delas resultaram em condenação por assassinato?

Extremismo?

The radical philosophy has already been implented in the town of Drachten in the Netherlands, which has abolished its road signs and traffic lights. Accidents there have declined dramatically since the new regime was introduced.

2 comentários:

Diogo disse...

Curioso, nunca tinha pensado nisso.

Tárique disse...

Dentro do mesmo tópico: A questão que levantaste há uns tempos, do tele-trabalho, parece estar a tornar-se realidade no norte da Europa a um nível que não imaginava, também.