quinta-feira, 3 de julho de 2008

Kraak & Smaak

Na Holanda se um edifício ficar sem uso, vazio por 12 meses qualquer pessoa ou grupo pode legalmente ocupá-lo sem ter que pagar qualquer tipo de renda ao senhorio negligente. O direito de usufruto seria uma excelente forma de combater a especulação imobiliária em Portugal.




[aos 50 segundos: é fácil. traz-se uma cadeira, uma mesa e uma cama, arromba-se a porta, e telefona-se à polícia: "hey, era só para informar que okupei esta casa. obrigado e boa tarde"]

Mas estou certo que se por cá se fizesse o mesmo que se faz por lá, ocupar casas vazias, os liberais da nossa praça implorariam ao Paizinho-Estado para mandar lá os góis de metrelhadora na mão.

Ocupações livres, isso sim é Estado mínimo.

(artigo ligado a esta troca de opiniões no 5 dias)

4 comentários:

Filipe Abrantes disse...

Se os liberais da praça defendessem o direito de o proprietário ir lá expulsar os okupas pelas próprias mãos (ou pagar uns homens para o efeito), o tarique já acharia aceitável? O problema é mesmo ser o estado a fazer o trabalho sujo ou é a legitimidade da okupação?

miguel disse...

http://carmoeatrindade.blogspot.com/2007/09/os-inimigos-da-economia.html

Wyrm disse...

Porra! Se eu soubesse tinha procurado bem e não estava a pagar esta fortuna! :)

miguel disse...

aliás, este tema foi a minha primeira contribuição no cidadanialx

http://cidadanialx.blogspot.com/2007/09/o-esvaziar-de-lisboa-e-okupao-legal.html