segunda-feira, 5 de maio de 2008

Clichés

Sobre uma mesa de um centro comercial num antigo palácio, onde um pão com chouriço custa 3 euros, ao som de Serge Gainsbourg, descansam Focaults, Derridas, Debords. Cá fora um parque de estacionamento gigante e uma tenda de circo com gorilas à porta. Cá dentro olham de alto a baixo a minha roupa coçada. Bebem vinho caro.

[não, não é este palácio comercial]

Depois, Renzo Piano, um centro de inspecção automóvel e o rio. Nenhum passeio está vazio ali à volta.

7 comentários:

Rick Dangerous disse...

Fábrica do Braço de Prata?

Tárique disse...

Yep

Luis Gaspar disse...

Interessante, este blog é muito interessante e peço desculpa - talvez também a mim mesmo - por não ter tido a oportunidade de o ver quando fez um comentário no meu blog. Gostei e vou aliás linká-lo. Continue a ser um heterodoxo que bem estamos precisados deles.

renegade disse...

que diabo, is dizer o mesmo, o q me fodeu foi o renzo piano. para quando uns prémios nestas quase-adivinhas?

Anónimo disse...

De notar que os donos são todos muito ricos e todos muito de esquerda. Um must-see. Um nojo, aliás.

Filipe Abrantes disse...

o comment anterior é meu

Tárique disse...

Filipe Abrantes: Concordo totalmente com o que diz.

Aquele espaço corporiza uma certa esquerda caviar portuguesa e, como ela, dá-me voltas ao estômago