quinta-feira, 17 de abril de 2008

Jornalismo de Causas

Da reportagem que passou ontem na RTP, além do habitual alarmismo relativamente ao crime em Portugal, chocou-me particularmente:

- A promoção da violência como resposta: propaganda a escolas de Krav Maga, uma técnica de luta militar israelita que ensina a lutar sem regras nem misericórdia. A voz-off dizia "hoje em dia, quem ostenta sinais exteriores de riqueza deve estar preparado para reagir aos assaltos", um entrevistado orgulhava-se de "ter aprendido a estar sempre atento e lidar com situações complicadas".


- Promoção do músculo policial como solução: "os carjackers irão perder porque a polícia combatê-los-á até ao fim". Newsflash: quando uma pessoa decide pegar numa arma para cometer um crime, ela já perdeu.

18 comentários:

Pen Drive disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Pen Drive, I hope you enjoy. The address is http://pen-drive-brasil.blogspot.com. A hug.

Anónimo disse...

Tem uma noção completamente ERRADA do que é o Krav Maga e de toda a sua história. Aconselho a ler a informação histórica em http://www.kravmagaportugal.com

Tárique disse...

Caro Anónimo:

Por acaso sei muito de Krav Maga, e há tempos contactei a federação, pensando em inscrever-me. Diga-me lá então no meu texto onde é que lhe dou uma noção "compltamente errada" do Krav Maga, a luta da abominável Mossad israelita.

Que tal assim:

Krav Maga é a única arte marcial que conheço sem qualquer preocupação com elegância, com honra, etc.
O objectivo é destruir o adversário o mais rapidamente possível. Eis a descrição oficial:

* Neutralizar a ameaça
* Evitar ser ferido
* Passar da defesa ao ataque o mais rápido possível
* Usar os reflexos naturais do corpo
* Atacar os pontos mais frágeis
* Utilizar qualquer objecto ou arma disponível

Anónimo disse...

Ao ler o seu post sobre Krav Maga notei que não sabe NADA sobre o mesmo, já que a definição que faz: "Krav Maga, uma técnica de luta militar que ensina a usar armas de fogo e a atacar para matar" é COMPLETAMENTE absurda!! Se soubesse muito, saberia que as técnicas ensinadas são APENAS para ser utilizadas em defesa pessoal, para se formos atacados e NUNCA para atacar a matar, apenas neutralizar de modo a que possamos simplesmente fugir e escapar ao agressor. NAO é ensinado o uso de armas de fogo, apenas a manter a calma dentro do possível se nos for apontada uma arma, e em ULTIMO caso, quando a nossa vida está em perigo, podermos afastar uma arma de fogo. Posteriormente, é apenas ensinado a colocar a arma numa posição segura, e não o seu "uso"!
Se for atacado por um individuo vai ficar à espera que ele o ataque podendo feri-lo gravemente? Ou pensaria em neutralizar o agressor? Penso que qualquer pessoa pensaria em defender-se se fosse possivel, de modo eficaz, daí o ataque a pontos mais fracos na fisionomia humana..apenas, e repito, para neutralizar.
Aconselho-o portanto a rever as suas noções, de modo a não encorrer em erros gravissimos como esse que está explanado no seu post.

Anónimo disse...

Caro(a), o anónimo é instrutor da Federação Portuguesa de Krav Maga (FPKM) representante da Federação Europeia de Krav Maga (FEKM) com a orientação de Richard Doueib, representante delegado para a europa por Imi (criador do Krav Maga). Não é politica da FPKM/FEKM incitar o uso de qualquer "arma". Aconselho-o(a) a experimentar uma aula e a tirar as suas dúvidas com os responsáveis técnicos da FPKM. Não nego que esses conteúdos não fazem parte do programa técnico mas o seu ensino é ministrado com pés e cabeça, ninguém jamais em tempo algum irá leccionar esses conteúdos sem serem salvaguardados os princípios básicos da modalidade. Existe Krav e Krav e o que é ministrado pela FPKM/FEKM tem principios morais e nem todos os conteúdos técnicos são ensinados a civis.

Tárique disse...

Isso não fica explícito na reportagem.

O que se diz na reportagem é que a técnica ensina a responder a assaltos com violência.
Por exemplo, vê-se explicitamente num treino uma pessoa a apontar uma arma a cabeça da outra, a qual lhe tira a arma e inverte a situação, fazendo uso da pistola do adversário.

Na voz off ouve-se "cada vez mais civis aprendem krav maga blablabla para se defender do carjacking"

Sendo uma técnica militar, penso que a sua promoção para uso civil não é correcta.

Muito menos é convencer as pessoas que quando lhes tentam roubar o carro devem responder com violência.


E se me permite, essa da "defesa" tem muito que se lhe diga. Então é uma técnica militar da MOSSAD e é utilizada para defesa?

De qualquer forma alterei o post. Aguardo o seu feedback.

Tárique disse...

Gostava ainda de saber o que é que o senhor, como instrutor de krav maga, acha de se promover a violência e a luta como forma de combater o crime.

e já agora, se não tem medo que um dia um dos seus alunos, para não dar 20 euros a um assaltante, se lembre de lhe tirar a pistola e "neutralizá-lo" ... desgraçando 2 vidas.

Anónimo disse...

Caro tárique, ninguém promove a violência dentro de uma aula da FPKM/FEKM. Como referi no post anterior há Krav e Krav e nunca nenhum instrutor promove a violência, mas sim uma resposta única e exclusivamente em sua defesa na proporção devida (e aqui volto a pedir para compareçer a uma aula de Krav). Na técnica a que se refere em nenhuma altura é incitado o disparo após a retenção da arma, mas sim a colocação da arma em segurança e a ordenação para o individuo se deitar. O Krav tem origem militar como se refere, MAS.... sofreu adaptações quando passou para a sociedade civil. E aqui reside uma das grandes diferenças...! Nenhum aluno o fará se não se sentir preparado, para já é uma técnica de cinto castanho, o que implica que o aluno já percorreu cerca de 5 anos na modalidade ganhando em primeiro lugar o discernimento necessário para saber se deverá ou não recorrer à técnica... Qualquer dúvida disponha!

Anónimo disse...

Andava a pesquisar e acabei de tropeçar neste blog ... ! Para já quero dizer ao responsavel deste blog que não sou nem pertenço á mencionada Federação Europeia. No entanto, conheço demasiadamente bem o Krav Maga como um sistema de defesa que se divide em duas vertentes a militar e a civil. Um dos pontos mais importante, é que a Mossad nada tem haver com o Krav Maga a Mossad usa o Krav Maga como uma tecnica, a Mossad nada tem haver com a criação do Krav Maga e na Historia do Krav Maga a referencia é apenas ao seu criador. Não venho aqui defender o que se passou na reportagem, mas posso dizer que o Krav Maga não promove a violência, isto porque a violência quando passa no nosso caminho, temnos apenas duas decisões, nos submetermos a ela e passar desta para melhor e depois aqui o nosso amigo dono do blog envia um ramo de flores a dizer lamento mas eu estou vivo porque não estava ai ! ou reagimos como um direito há defesa legal e ai é que entra o Krav Maga como uma ajuda preciosa. Que dirá o nosso amigo das artes marciais orientais, bem para ele um judoca pode projectar um criminoso na rua ao ponto de o enfiar por uma montra dentro ! No entanto nunca vi neste blog algo tão critico sobre outras passagens na TV !! Quem está a promover a desinformação e a alarmar as pessoas é quem critica. O caminho é para sr precorrido por quem quer a sabedoria é para ser utilizada de forma direccionada e nunca gratuita como quer dar a entender. Imagine que um dia destes é assaltado com risco de apanhar com um tiro ou com um golpe de arma branca e nesse preciso momento um seu semelhante preocupado consigo passa nesse local e o ajuda ! para si isso é impluse ou renoxa bem para mim isso ia lhe cheirar mal, porque já estou a ver o filme ... obrigado estou a adorar, pode ir embora e não arrisque por mim ... que faria o nosso amigo se estivesse a varrer o chão de casa e lhe entra-se um ladrão casa com um faca na mão na sua direcção, aposto que lhe diria, faça favor acabei de varrer e lá ia o raio da faca em sua direcção sem que você usa-se devidamente o cabo da vassoura na mão no atacante ehehehe não seja assim e não julgue coisas que não conhece. Bem, para terminar experimente Krav Maga em Israel vai compreender que não há nads de errado e toda gente que o pratica são pessoas decentes em nada violentas mas apenas especialista em algo que muitos não ousam apreender mas criticar porque é mais facil. Já agora não lute em sonhos pode vir a entrar em conflito com a sua consciência. Bom fim de semana. Anónimo Portuga.

Anónimo disse...

A desinformação parte de quem tenta promover esta Arte Marcial da forma errada, nunca tendo estado sequer em Israel, preocupando-se em passar uma imagem fraca e destorcida do Krav Maga Israelita, resultado de uma formação mal feita, em França ou em Lisboa em meia dúzia de dias. Em Israel o Krav Maga é visto como uma ferramenta, não há preocupação com formaçõesinhas de Instrutores em fins-de-semana, com cintosinhos ou outras que não tenham a ver unicamente com a sobrevivência. A ideia não é criar super heróis, o receio e o não subestimar a situação e o agressor são conceitos sempre presentes. Quando se ensina algo que para além de errado induz a vitima a não ter medo de uma situação de carjacking por exemplo, o resultado não irá ser o melhor...
Para além disso como se pode ser credível dizendo que se demora 5 anos para ter acesso a técnicas de cinto castanho se em dois anos de prática se aparece com o 2ºDan como acontece na Instituição mencionada?
A segurança de quem procura esta Arte Marcial está acima destas questões menores e é por isso que quem quer ensinar esta Arte Marcial tem OBRIGATORIAMENTE de passar por Israel...e não é de férias ou apenas uma vez.

Anónimo disse...

Um grande LOL para o comentário acima =) Um bom instrutor de taekwondo tem k ir à Coreia? Se temos o melhor representante na europa, delegado por Imi para quê ir a Israel? LOL LOL LOL Bons treinos!

Anónimo disse...

Quem será o melhor representante do Krav Maga para o Mundo delegado por IMI ? Sim ... pois ! Mas o pseudo europeu está desactualizado a ver pelas tecnicas 2008 serie B... segundo soube não faz parte das qualidades do representante para o Mundo. Bem, pela afirmação esse crachá du tecniques so tem validade na europa. Todos temos o direito á ignorância menos imprimi-la aos outros ...

Anónimo disse...

Sim, de facto não sei se dá vontade de rir ou de chorar a maneira como alguns falam desta Arte Marcial, demonstrando que muito pouco ou nada sabem dela, o que é normal, visto que na tradução de hebreu para francês algo se deve ter perdido. Se calhar a pessoa nomeada por Imi para representar o Krav Maga e a Instituição a que pertencia (segundo os documentos que ele torna públicos a Israeli Krav Maga Association) na Europa sabia muito de Krav Maga mas não tanto quanto todos os outros mais graduados que ele, que continuaram e continuam a desenvolver o seu trabalho em Israel. Daí a diferença entre os princípios e as asneiradas que a FEKM ensina, que não passam de técnicas de Krav Maga (algumas ainda por cima erradas) misturadas com Kickboxing e Savate, daquilo que várias Instituições em Israel praticam. Para além disso a Instituição que nomeou o Presidente da FEKM representante para a Europa, também nomeou um representante para Portugal...será que isso o torna o maior ou aquele com mais conhecimento sobre esta Arte Marcial? Não me parece...parece-me é que lhe dá mais responsabilidade para aprender com quem sabe realmente de Krav Maga...para não estar infelizmente a ensinar maneiras diferentes das pessoas se matarem. E quem sabe, lamento informá-lo, está em Israel. Mas toda a gente é livre de viver no mundo da ilusão, podem é um dia acordar da pior maneira.

Anónimo disse...

Se tivessem visto a reportagem do primeiro jornal da RTP deste domingo, poderiam ter ouvido um israelita a falar de krav maga. E não me parece que ele tenha falado em matr ninguém. Antes pelo contrário. Aliás, a demonstração que o homem fez não tem nada a ver com algumas que aparecem na internet em espectáculos em que é se nota que aquilo é de tal forma encenado que só parece útil contra agressores muito muito drogados ou bebedos, pois os gajos parecem dormentes. Ao menos a demonstração do israelita foi convincente. Parecia uma situação real.Quanto à origem das coisas, bem ... será uma estupidez alguém que quer consumir queijo da serra apenas comprar queijo daquela região especifica?? Ou dizer que Magos é melhor que Moet & Chandon?? Agora, se há quem coma gato por lebre... E não se importe... Enfim...

Anónimo disse...

LOL

Anónimo disse...

Ainda há cromos fora do prazo !!

Carjacking disse...

Boa tarde,
Caso pretendam obter mais informações sobre o Carjacking em Portugal, acedam a www.carjacking.com.pt, onde irão encontrar notícias, formas de o evitar, entre outros.

Anónimo disse...

One of my friends already told me about this place and I do not regret that I found this article.