sexta-feira, 14 de março de 2008

Redacções preguiçosas

Alguém me explica como funcionam as redacções dos jornais da rede? É que, atentando nestas peças do Diário Digital e do Público, limitam-se a fazer copiar e colar.

De que serve um jornalismo assim? Como posso confirmar a minha suspeita de que esta notícia é um exagero estúpido para fazer passar a ideia da ditadura higienista? De que serve haver 30 jornais se só há uma equipa de jornalistas?

2 comentários:

Filipe Moura disse...

Sei como isso se faz: os autores não são nem do Diário Digital nem do Público. São da LUSA. Os jornalistas da LUSA passam-se (e com razão) com esta prática (quando a origem não vem identificada).

Tárique disse...

No Público vem identificado. Mas o problema mantém-se: quando se diz "todos os jornais noticiaram", ou "confirmei a notícia em 4 jornais ..." está a referir-se muitas vezes à mesma peça.